Vendas de automóveis ingleses com crescimento de 4,6% em 2018

2018 tem-se revelado um bom ano para o sector automóvel nacional e as inglesas não escapam à tendência, registando um crescimento nas vendas de 4,6% nos primeiros seis meses deste ano.

O Jaguar E-Pace tem-se revelado uma excelente aposta da marca de Coventry

Com um crescimento de 5,8% na primeira metade do ano em relação a 2017, o mercado automóvel vive um bom momento em Portugal, que é também partilhado pelas marcas inglesas, com Aston Martin, Bentley, Jaguar, Land Rover e MINI a registarem 2542 unidades combinadas, um crescimento de 4,6% face ao primeiro semestre de 2017, com 2429 unidades.

MINI e Jaguar foram as maiores responsáveis por este crescimento, com a subsidiária da BMW a registar um aumento de 9,9% (de 1471 para 1616) e a Jaguar a crescer uns impressionantes 26% no mesmo período com 514 unidades, contra 408 da primeira metade de 2017. Também a Bentley registou um incremento muito significativo de vendas, com 8 unidade vendidas este ano, contra 4 do ano anterior.

Em terreno negativo o maior destaque segue para a Land Rover, com uma quebra de 25,3% das vendas (401 ao invés de 537) e a Aston Martin com uma quebra de 66% (3 unidades contra 9).

Como já havíamos referido no primeiro trimestre, a Jaguar apresenta-se em grande forma com E-Pace e F-Pace a alcançarem um assinalável sucesso comercial no nosso país, tendo inclusivamente ultrapassado a irmã Land Rover pela primeira vez desde 2008. A Land Rover por seu turno enfrenta condições adversas no mercado, com os Evoque e Discovery Sport a envelhecer e Discovery e Velar a não atingirem o sucesso comercial desejado no nosso país, sendo ainda canibalizada pelos SUV da Jaguar, facto que merece alguma preocupação. Face ao primeiro trimestre a única alteração significativa foi o aumento das vendas da MINI, que tinham visto um aumento de apenas 1,3%. A chegada dos novos MINI retocados terá contribuído para esta melhoria.

O resto do ano não deverá apresentar resultados tão positivos, uma vez que com a entrada em vigor da homologação WLTP a 1 de Setembro os automóveis irão sofrer um aumento de preço assinalável por via do aumento do imposto sobre veículos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *