Protótipos: MINI ACV30

Substituir um modelo icónico e universalmente adorado como o Mini clássico nunca seria uma tarefa fácil. No entanto, no final dos anos 90 a Rover e a BMW cozinhavam o derradeiro substituto. O ACV30 foi a primeira manifestação pública da concretização das suas intenções.

A história do desenvolvimento do Mini para o novo século foi marcada pela dificuldade de substituir um dos mais icónicos automóveis da história, bem como por tensões políticas entre a Rover e a BMW, ambas com duas ideias bem diferentes acerca do rumo da marca.

O ano de 1997 trouxe a chegada de dois novos concept cars da MINI. O primeiro foi o ACV30 (Anniversary Concept Vehicle – 30 anos após a vitória de 1967 no Monte para a Mini), revelado no rally de Monte Carlo, que representava a ideia da BMW para o novo Mini, um veículo desportivo compacto com uma aura premium. Este modelo semelhante a um coupé assentava num chassis com diversos elementos de MGF, tornando-o no único Mini de motor central, e foi baseado numa proposta da Dreamworks para o carro, mostrada na famosa reunião de Gaydon, na qual a direcção da BMW escolheu a forma do novo MINI em 1995.

Se o ACV30 não acrescentou nada ao desenvolvimento do novo MINI, este demonstrou publicamente as intenções da Rover em substituir a velha instituição que era o Mini, após anos de inactividade. E mesmo que não fosse o produto final, o ACV30 serviu para preparar o público para o futuro modelo.

Na verdade, o estilo interior concebido por Ivan Lampkin formou a base da produção do R50, ostentando um proeminente velocímetro montado centralmente e muito metal exposto. O MINI R50 pode ter resultado consideravelmente diferente do ACV30, mas, tal como a ideia base do interior, o tecto flutuante em cor contrastante e as rodas nos extremos da carroçaria foram incorporados na versão final.

O estilo exterior do ACV30 é da autoria dos designers da BMW Adrian van Hooydonk e Frank Stephenson.

 

Especificações:

  • Ano: 1997
  • Motor: Rover Série K 1.8, 120cv, instalação central
  • Chassis: Charriots MGF com chassis spaceframe em alumínio
  • Carroçaria: Alumínio
  • Lotação: 2 lugares
  • Design Exterior: Adrian van Hooydonk e Frank Stephenson
  • Design Interior: Ivan Lampkin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *