Novo Jaguar XK poderá ser o primeiro de uma nova família de desportivos

Os planos para relançar o Jaguar XK estão a ganhar força, com a empresa a confirmar que está a trabalhar numa nova família de desportivos.

Hanno Kirner, que supervisiona a estratégia de produtos para a próxima década na Jaguar Land Rover (JLR), disse à Autocar que a empresa continua comprometida com o segmento dos carros desportivos, apesar dos SUVs Jaguar E-Pace e F-Pace dominarem as vendas da empresa. Em 2017, o F-Pace representou dois quintos de todas as vendas da Jaguar. O XK foi descontinuado em 2014.

“O F-Type foi um enorme sucesso”, disse Kirner. “Nós adoramos carros desportivos – e eu uso o plural deliberadamente. Se isso é uma variante de carroçaria ou algo mais está a ser estudado, mas por agora, digamos que o tipo de carroçaria é muito importante para nós. ”

Os comentários de Kirner são semelhantes aos do chefe de design da Jaguar, Ian Callum, que costuma falar do seu desejo pessoal de desenvolver uma família de carros desportivos. No ano passado, Callum deu a entender que já havia começado a trabalhar num novo XK quando disse à Autocar: “Eu quero um de dois lugares [o F-Type] e um 2 + 2. Estamos a trabalhar em algo agora. Não há nada aprovado, mas estamos a trabalhar no design. ”

Tanto a função de planeamento de longo prazo de Kirner como os seus comentários sugerem que a criação de uma nova família de carros desportivos depende da estratégia de plataformas da próxima geração da JLR. O F-Type de hoje é baseado numa versão fortemente modificada da plataforma do anterior XK e deve ser substituído por volta de 2019. Espera-se que o novo F-Type use um desenvolvimento dessa arquitectura, que é considerada flexível o suficiente para ser adaptada de volta para um layout 2 + 2.

Kirner também falou sobre a possibilidade de desenvolver futuras plataformas para serem flexíveis o suficiente para aceitar vários tipos de mecânicas. No entanto, não está claro se isso se aplicaria a futuros desportivos:

“Há um argumento que diz que carros desportivos híbridos podem atender tanto ao ambiente quanto à emoção que esses carros oferecem”, disse ele. “Muitas pessoas gostam do som de um motor. Isso é um facto, e é algo que define um carro desportivo. “Eu acredito que haverá carros desportivos eléctricos um dia, mas também acredito que pode haver um passo diferente de combinar a bateria e um motor. Na Jaguar, tudo o que posso dizer por enquanto é que continuaremos a investir em desportivos. ”

Inicialmente, espera-se que o próximo F-Type – e por associação o XK renascido – seja alimentado pela família de motores Ingenium da JLR. Isso inclui a unidade de quatro cilindros turbo de 2.0 litros com 296 cv e motores de seis cilindros em linha com vários níveis de potência. Os últimos motores substituiriam os V6 da Ford, usados no actual F-Type.

 

Fonte: Autocar

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *