Mentiras Históricas: 621 AOK, o primeiro Mini?

Basta repetir uma mentira mil vezes para que ela se torne verdade. Eram estas as palavras de Joseph Goebbels, ministro da propaganda de Adolf Hitler, uma máxima que vingou no mundo da propaganda política. Também na história automóvel se verifica esta máxima. Nesta nova série abordamos mitos, inverdades e puras mentiras que vingaram na história automóvel inglesa até aos dias de hoje. O primeiro escrutinado? 621 AOK, o suposto Mini número 1.

Sir Alec Issigonis ao lado da sua mais importante criação no dia da sua aposentação

 

O Mini de matrícula 621 AOK é um velho conhecido dos apreciadores da história automóvel. Ao longo de 60 anos aquele pequeno Morris Mini Minor branco tem sido considerado como a primeira de mais de 5,3 milhões de unidades produzidas ao longo de 41 anos. Peça de museu e capa de inúmeros artigos sobre a história do modelo, teremos estado enganados durante todos estes anos? Sim, é a resposta.

 

Os primeiros Mini

De acordo com os registos, o primeiro Mini de produção com o número de chassis 101 foi um Austin Seven produzido em Longbridge a 3 de Abril de 1959 e cujo paradeiro é há décadas desconhecido. No mesmo dia era produzido o segundo Austin com chassis 102 e de matrícula 627 HUE. Ambos foram entregues a Sir Alec Issigonis. O Mini 627 HUE (chassis 102) foi vendido em 1965 a Donald Healey e transformado num descapotável de dois lugares. Está actualmente no Japão nas mãos de um coleccionador, que também é proprietário do Austin de chassis 103 produzido a 4 de Maio do mesmo ano e com matrícula KEG 77.

627 HUE e KEG 77 lado a lado. Ambos na posse de um coleccionador japonês

A produção dos primeiros Austin Mini teve a seguinte ordem:

  • Austin 101 e 102 construídos a 3 de Abril
  • Austin 103 e 104 construídos a 4 de Maio
  • Austin 105 construído a 5 de Maio

 

O engano

Onde encaixa então o Morris Mini Minor 621 AOK nesta história? De acordo com os registos, a produção em Cowley começara a 8 de Maio com os chassis 101, 102, 103, 105, 106, 107, 108, 110, 111 e 112. Estranhamente os chassis 104 e 109 seriam produzidos uns dias mais tarde.

O 621 AOK nos dias de hoje. É regularmente utilizado em acções de publicidade da MINI

O 621 AOK era, efectivamente, o Morris com chassis 101, o que o torna na realidade o sexto Mini produzido e não o primeiro, mas sim o primeiro Morris e o primeiro Mini de Cowley. Foi vendido e mais tarde comprado novamente pela BMC em 1961 e reposta a sua especificação inicial, de forma a conservar o primeiro Morris Mini Minor.

Donald Harrison ao lado do Morris 101 em 1961. De notar as alterações à carroçaria revertidas no seu restauro

Pensa-se que esta confusão tenha surgido devido a um erro da equipa de marketing da BMC. A primeira vez que o Morris 101 foi considerado o primeiro Mini foi em Fevereiro de 1965 aquando da celebração da produção do Mini número 1.000.000. Alegadamente a equipa julgou que o primeiro Morris era o primeiro Mini, quando na realidade não era. O erro estava feito e a partir dessa data foi oficialmente reconhecido como o primeiro Mini de produção.

 

Conclusão

O Mini mais antigo que se conhece, convertido em 1965 por Donald Healey num interessante roadster

O paradeiro do primeiro Mini não se conhece e possivelmente nunca se conhecerá. Assim sendo, está na hora de coroarmos o 627 HUE como o Mini mais antigo do mundo! Quanto ao 621 AOK, ficará para a história como o primeiro Morris Mini e o sexto Mini que o mundo viu. Nunca perderá, no entanto, a fama de primeiro. Nem nós queremos isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *