Jaguar corta dois dias de produção na fábrica de Castle Bromwich

A histórica fábrica da Jaguar Land Rover terá uma redução de dois dias de trabalho semanal até ao final do ano, de forma a compensar a quebra na procura das suas berlinas.

A fábrica de Castle Bromwich, que produz as berlinas Jaguar XE, XF e XJ ao lado do desportivo F-Type, reduzirá a produção até ao Natal. A queda na produção pode ser atribuída a um declínio nas vendas dos modelos de quatro portas da Jaguar, devido à incerteza actual do Brexit e à queda da procura por veículos a diesel, bem como alguma turbulência em mercados importantes para a marca, como a China.

A mudança para uma semana de três dias reduzirá a probabilidade de novas perdas de emprego, depois de em Abril terem sido dispensados mil funcionários da fábrica da JLR em Solihull. O fabricante de automóveis emprega 40.000 pessoas no Reino Unido, com muitos mais empregos indirectos associados.

 

Um porta-voz da Jaguar referiu em comunicado que a revisão dos cronogramas de produção é uma “prática comercial comum” para garantir oferta e procura equilibradas no mercado.

“À luz dos contínuos ventos contrários que afectam a indústria automóvel, estamos a ajustar temporariamente os nossos cronogramas de produção em Castle Bromwich”, disse o porta-voz. “Estamos, no entanto, a continuar a investir proporcionalmente em novos produtos e tecnologias, e estamos comprometidos com as nossas fábricas no Reino Unido, nas quais investimos mais de 4 mil milhões de libras desde 2010 em tecnologias de fabricação prontas para o futuro para oferecer novos modelos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *